Menu

HISTÓRICO DE REALIZAÇÕES

2017: Realiza intervenção artística “Arte do Cotidiano”, no Bloco de Carnaval Largo do Machadinho, mas não largo do suquinho, no shopping Downtown e no Marina Barra Clube, na programação especial de Carnaval. Ministra a oficina de palhaço “O Mundo da Criança”, para empresas da Zona Oeste. Além de realizar intercâmbio artístico com a Cia Corpo Pensante, da mesma região. Continua oficinas de circo no SESC Ramos, oficina que trabalha diferentes linguagens do circo (Palhaçaria, malabares, perna de pau e acrobacia de solo), de maio a dezembro de 2017 e inicia de forma sistemática e continua, o Encontro C2B, no espaço colaborativo Mi Casa 328, reunindo artistas e público interessado para uma aproximação e participação afetiva. 

2016: Com o espetáculo Os Charlatões Mais Sinceros do Mundo participa como grupo convidado do Palco Giratório 2016, fazendo processo de intercâmbio com O Barracão Teatro no Espaço Cultural Escola SESC. Ganha o prêmio Ações Locais - Fomento Olímpico com apresentação no Teatro Café Pequeno no Leblon. Além disso realiza de março à novembro de 2016 oficinas de circo no SESC Ramos, oficina que trabalha diferentes linguagens do circo (Palhaçaria, malabares, perna de pau e acrobacia de solo). Nesse ano participa do projeto Fala Zona Oeste, projeto idealizando pelo Polo de Economia Criativa da Zona Oeste que circulou 5 praças da Zona Oeste do Rio de Janeiro em espaços com poucas ofertas culturais.
Ainda em 2016 estreia o espetáculo novo "O palhaço que sabia voar", espetáculo de multi-linguagem feito em cima de 36 poemas previamente escolhidos de Vinicius Longo, um dos diretores da Cia. Além de estrear o espetáculo lança o livro com os poemas/textos do espetáculo, lança cd com trilha sonora inédita e autoral do espetáculo e a exposição fotográfica de 8 anos da Cia.

 

2015: Cia 2 banquinhos realizou projetos especiais, como: “Poesia em Ramos”, projeto de multi-linguagens artísticas que utiliza a poesia como matéria prima para outras linguagens artísticas (dança, música, teatro, circo e audiovisual). Esse projeto foi desenvolvido na E.M Coronel Assunção e integrado com participação dos alunos compondo suas próprias poesias e interações. O projeto desencadeou um lindo Sarau Poético que se transformou num espetáculo que já foi apresentado nos seguintes espaços: Inauguração do Terraço do Espaço Cultural Escola SESC, Projeto Geringonça (SESC Tijuca), Parque Shopping Sulacap, Feira Literária de Nova Iguaçu, Projeto Rede Criativa (SESI Jacarepaguá). Estas apresentações foram realizadas como prévia, ou ensaios abertos do espetáculo “O Palhaço que sabia voar”, que estréia no primeiro semestre 2016, onde também serão desenvolvido um livro e um CD, com autoria original e inédita. 
Além disso, realizamos o dia do comerciário no SESC Quitandinha, que foi um dia mágico e lúdico dedicado apenas ao circo, iniciando com o espetáculo “Os Charlatões Mais Sinceros do mundo”. Além disso, neste mesmo dia realizamos oficinas circenses e intervenções artísticas ao longo do dia, com a participação de 7 artistas circenses. 
Com o espetáculo: “Os Charlatões Mais Sinceros do mundo” circulamos em vários espaços como: Caixa Cultural, SESC Madureira, SESC Barra Mansa, SESC Quitandinha, Parque Shopping Sulacap, Obra Social Dona Meca, Projeto Praça Seca Cultural em escolas Municipais pelo projeto. Ainda realizou intervenções artísticas no SESC Tijuca, SESC Nova Friburgo, Praça José Bernardino (Barra da Tijuca) e em escolas Municipais e privadas no Rio de Janeiro e Nova Friburgo. Por fim, participamos dos Festivais: 37º festival da FETAERJ em Rio Bonito e VII Feira Aldeya Jacarepaguá, realizado pelo Espaço Cultural Escola SESC.

2014: Com o espetáculo "Os Charlatões mais sinceros do mundo" apresentou em: Imperator, Teatro SESC Tijuca, Piscinão de Ramos, em várias comunidades de Niterói (Cavalão, Santa Bárbara, Pendotiba, Jurujuba e Inoã), junto com o SESC Niterói, Cidade de Deus no projeto SESI no Bosque, no projeto Palco Zona Oeste em Sulacap e na Praça Tiradentes no Centro do Rio de Janeiro. Além disso, realizamos diversas atividades de formação por meio de oficinas de malabares, perna de pau e teatro de rua com destaque para as oficinas de teatro de rua e malabares na Nave do conhecimento de Triagem pela semana da ciência e tecnologia do SESC Tijuca e as oficinas de malabares no projeto SESI Saudável no Parque Madureira. Realizamos ainda intervenções no dia do comerciário no SESC Tijuca, na festa junina no SESC.
Ramos, em Inoã - Niterói no projeto SESC Comunidade no dia da mulher. O dia das crianças foi um dia muito divertido e encantador com oficinas circenses (perna de pau,malabares e acrobacia de solo) e espaço de fruição artística para os artistas e público em geral em um dia dedicado ao circo no SESC Ramos. Realizamos projetos especiais como Direito de Todos, na E.M. Honório Gurgel, onde apresentamos nosso espetáculo e ainda realizamos oficinas de Artes Plásticas com crianças, durante uma semana inteira, onde deu origem a um quadro confecicionado por todas as crianças participantes.

2013: A Cia 2 Banquinhos ganha o seu primeiro edital Público do Governo Federal: Agente Jovem, com o prêmio para circulação de 4 anos do espetáculo “Os Charlatões mais sinceros do mundo” e além de editar esta primeira publicação, se prepara para gravar os seus três espetáculos em DVD s. Neste ano, foi convidado novamente pelo SESC RIO para participar do projeto Circunflexo, em Nova Iguaçu e pelo SESI para o projeto SESI no Bosque. Na expectativa de completar cinco anos de existência, a Cia 2 Banquinhos está focada na melhoria de seus espetáculos, oficinas e na construção do projeto de manutenção de três anos, que será baseado na obra literária de seu diretor Vinicius Longo, onde mescla elementos de literatura fantástica e poesia, dentro da pesquisa cênica do excêntrico e do Teatro de Rua.

2012: A Cia 2 Banquinhos realiza o projeto: “Quintas Artísticas 2012”, no Andaraí, onde às quintas-feiras, de 10 às 22 horas, de abril a dezembro, realizam as oficinas de Perna de Pau “Pequenos Gigantes”, Música “Música em construção”, Teatro “Laboratório de Teatro” e Dança “Ressignificação do movimento”. Além disso, toda última quinta do mês, realiza apresentações que dão origem ao espetáculo de Variedades: “Variedades Excêntricas”, com convidados. A oficina de palhaço “O Mundo da Criança” ganha nova forma e integra pais e filhos através de brincadeiras, realizando com destaque na FUND ALFA (Fundação de Cultura de Juiz de Fora), como parte da programação do dia das crianças. Ainda no Dia das Crianças, no Centro Cultural João Nogueira (Imperator) realiza a intervenção “A Arte do Cotidiano”, com mais de 10 artistas, entre pernas de pau, malabaristas, palhaços e músicos deixando por 30 minutos, o público presente encantado. Realiza ainda intervenções: dentro de empresas: Fiotec, 5 de Agosto e entre outras. Com o espetáculo “Os Charlatões mais sinceros do mundo” participam: V Boa Praça Encontro, Aldeya Yacarepaguá IV Feira da Diversidade Cultural Escola SESC , Centro Cultural João Nogueira - Imperator, Parque Criativo, Escolas Municipais e encontros empresariais (através da Cake Produções) e diversos projetos e programações dentro do SESC RIO (Dia do Teatro, Circunflexo e Engenhoca). No final do ano, realiza oficina “Pequenos Gigantes” em edição do SESI no Bosque, na Barra da Tijuca e é convidado também pelo SESCRio a participar do projeto Circunflexo, realizando oficinas de circo, em escolas municipais de Nova Iguaçu.

2011: Com o espetáculo “Os Charlatões mais sinceros do mundo” participam do V Boa Praça Encontro, I Mostra Artista de Rua (em comunidades pacificadas), SESI no Bosque em Jacarepágua e realizam várias apresentações em comunidades pacificadas como: Salgueiro, Alto do Simão e Complexo do Alemão. Continuam Intervenção artísticas “A Arte do Cotidiano”, no Mercadão de Madureira e na Feira da Pavuna. Com a oficina de Perna de Pau “Pequenos Gigantes” realiza primeira oficina com público adulto e artistas, que se desdobra em uma oficina permanente de Setembro a Dezembro, no Andaraí. Além disso, realizam a primeira oficina de Teatro de Rua “De Volta as Origens”, no Ponto de Cultura Circuito de Dança, em Jacarepaguá. Realizam a primeira Palestra Motivacional “O que você está fazendo com a sua vida?”, na Federação Espírita Brasileira (FEB). Por fim, apresentam os primeiros ensaios abertos do segundo espetáculo: “Excentricidades Extremas”, pela zona norte e oeste do Rio de Janeiro.

2010: Com o espetáculo “Os Charlatões mais sinceros do mundo” participam no 2º Festival Internacional de Teatro Callejero Aipe Huila (Colômbia), e 7a Edição do Festival da América do Sul (Corumbá – MS – Bolívia), como representação brasileira de Teatro de Rua. Participam ainda da IV Boa Praça Encontro, VII Mostra Rio São Paulo de Teatro de Rua, Aldeya Yacarepaguá, II Feira da Diversidade Cultural Escola SESC, MOF – Meeting of Favela Vila dos Operários na Baixada Fluminense, Lançamento do Catálogo do Rir é Viver e Espaço Aracy de Almeida. Iniciam o processo educacional de oficinas, com Oficina de Perna de Pau “Pequenos Gigantes”, de Palhaço “O Mundo da Criança” e “Produção em Jogo” em escolas municipais, sede de grupos artísticos e em unidades no SESC Rio. Iniciam o processo de intervenção artísticas “A Arte do Cotidiano”, no Mercadão de Madureira

2009: Com o espetáculo “Os Charlatões mais sinceros do mundo” participam do XIV Encontro Nacional de Teatro de Rua Angra dos Reis, III Boa Praça Encontro, Mostra ComCirco e IV Jornada Cultural na Baixada Fluminense, Evento Escombros Vivos (Brasil/EUA), Mola 2009 e diversos projetos dentro do SESC RIO (Semana de Arte, Reviravolta, No mundo da Lua, De Pernas pro ar e Revira João). São convidados ainda para serem grupo residente do Redemoinho Artístico e mediadores da Lavagem das Engrenagens, no projeto Geringonça (SESC Tijuca). São convidados para participar do Programa Tribos, no canal Multishow.

2008: André Pateta e Vinicius Longo fundam a Cia 2 Banquinhos, com o espetáculo “Os Charlatões Mais Sinceros do Mundo”, que participa de importantes eventos de cultura no Rio de Janeiro, como Circuito das Artes, indo para Macaé e Paty de Alferes, Anjos do Picadeiro 2007, Geringonça (Sesc Tijuca), Mola 2008 e Festival Arte em Laranjeiras e Cosme Velho. Além disso, iniciam processo de intervenção artísticas “A Arte do Cotidiano” na Feira da Pavuna, Lapa e em espaços do Grupo Matriz.