Menu

INTEGRANTES

Zezé Lourenço - Diretora Artística

Professora de dança e diretora artística da Cia de Arte Cadê. Tem formação em licenciatura plena em educação física e especialização em dança na UFRJ. Trabalhou como professora de dança e coreógrafa desde 1995, onde já dirigiu os espetáculos (1995-2008): "Cem Anos de MPB " (1999 a 2001), “Movimento N'ovo” (2001 e 2002),  "Pra que serve a escola" (2005 e 2006) , "Saber do amor" (2006) e “Recíproco Olhar”(2008). Ganhou o Diploma de Orgulho Carioca, conferido pelo prefeito do Rio de Janeiro, Luiz Paulo Conde, em 1998 e 1999.

 

Reinaldo Vargas – Criador e Diretor Musical

Professor, músico e compositor, com Licenciatura Plena em Música, pela UNIRIO.  Criador dos espetáculos URBE  e Criação Imperfeita . Foi Assessor Musical do SESC-RJ.  Membro integrante da Plataforma Puente - entidade latino americana de Arte-Educação.  Diplomado no curso de Educação Comunitária em Israel (2000).  Realizou palestras e oficinas em escolas públicas e de arte, na França (1994) e na Universidade de Santiago, em Cabo Verde (2013). Recebeu o Prêmio Lions de Educação (1990); Menção Honrosa em Arte Comunitária, Câmara Municipal de Niterói – RJ (1991); Destaque Cultural da Região Oceânica, Niterói - RJ (1992); Orgulho Carioca, Prefeitura do Rio de Janeiro (1999); Professor Brilhante – SME (2007).

 

Elisabeth Ferreira - Coreógrafa e diretora de figurino 

Graduada em Ed Física na UGF e pós graduada em Dança Educação na UFRJ, formada em jazz, dança moderna, afro brasileiro e sapateado pelo Centro de Dança Rio. Participou como bailarina do corpo de balé da Rede Globo. Professora e coreógrafa do Balé do 12' DEC e do Centro de Dança Rio, SME e FAETEC-Ed Física/Dança. Coordenadora de Dança do CEMS. Coreógrafa e figurinista dos espetáculos: Cem anos de MPB, Pra que Serve a Escola, Saber do Amor, Movimento N'ovo, Recíproco Olhar, Urbe e Criação Imperfeita.

 

Marcos Paulo Teles de Almeida – Produtor Executivo, Criador de Audiovisual e ator

Graduado de Produção Audiovisual. Fez curso livre de Teatro e Produção Audiovisual na CUFA, além de Dança e Teatro no Núcleo de Arte Silveira Sampaio. Entre 2005 e 2009, foi assistente de produção na Karmayá Produções Artísticas. Em 2009, foi ator no espetáculo "El Quijote" pela Rede Latino America de Teatro. Entre 2012 e 2013, trabalhou como assistente de produção do programa "Caldeirão do Huck", na TV Globo. Desde 2006, é ator e bailarino da Cia de Arte Cadê, atuando, também, em captação de imagens, produção e operação de vídeos. Hoje, é presidente da Companhia.

 

Fernanda Rocha – Diretora, Bailarina e Produtora Executiva 

Bailarina, palhaça, pesquisadora corporal e pós-graduada no curso de Piscomotricidade. Formada em licenciatura em dança no Centro Universitário da Cidade – UniverCidade. Atua desde os 11 anos, como bailarina, atriz e cantora na Companhia Cadê, atua no espetáculo Criação Imperfeita e recebeu o prêmio Agente Jovem 2012 de remontagem do Espetáculo Pra que serve a escola, onde também atua como diretora. Além disso, atua como professora e pesquisadora corporal desde 2007. Hojé é tesoureira da Companhia. Portfólio online:  www.fernandarocha.art.br

 

Luigi Willian Costa Mariz – Consultor Técnico

Formado em Produção Audiovisual pela UNESA. Tem formação técnica em eletrônica. É qualificado para montagem de sistemas de sonorização e iluminação para eventos, teatros e estúdios. Operador de Áudio e de Câmeras de Vídeo. Trabalhou como microfonista e assistente de palco e técnica de vários musicais, como “O Som da Motown” – Teatro das Artes (SP), “Festa na Floresta” no Vivo Rio (RJ) , “No Fundo do Mar” Teatro Nacional (DF).  É operador de áudio e técnica da Globosat (canais Sport TV e Multishow), desde maio de 2012. Faz a sonorização e iluminação dos espetáculos da Cia de Arte Cadê, além de ser o vice-presidente da Cia.    

 

Vinicius Longo – Diretor de Produção

Artista empreendedor,  poeta, palhaço e jornalista. Inicia sua criação e formação artística em 2001, onde publica os livretos “O Mundo”. Formado em Jornalismo e focado na área cultural, produz e cria vídeos documentários, programas de rádio, revistas impressas e eletrônicas. Realiza sua formação em palhaço com diversos mestres de várias partes do mundo. Em 2007, funda sua empresa cultural Vinil 69 Produções e em 2008, funda Cia 2 Banquinhos. Desde 2012, cuida da Produção da Cia de Arte Cadê.

 

Laís Olegário do Amaral – Diretora e bailarina

Formada em Licenciatura em Educação Física – UFRJ e em Dança pela Cia de Dança Márcia Lacombe - Liceu de Artes e Ofícios. Fez cursos de Break – Cufa, Dança Afro – Fabio Batista e Dança Folclórica – UFRJ. Foi diretora e coreógrafa da Cia Laís Amaral (projeto social) e professora de dança na Academia das Artes Carlos Laerte e da Escola de Dança Alice Arja; dá aulas de Dança Adaptada na Obra Social Dona Meca e é professora de Danças Populares no SESC Copacabana. Organizou o IV Congresso - Encontro com os Mestres – UFRJ.

 

Marcelle Cristina Gomes Moura dos Santos - Bailarina

Atua como professora de jazz no Studio de Dança Aballare, onde teve sua formação. Participou de workshops de jazz com Carlos Fontinelle, Jazz Musical com Kiko Guarabira, Street Jazz com Juliana Donato. Dançou no espetáculo “Desabafo”, da Cia de Dança Laís Amaral, apresentado na Feira da Cidadania da Fiocruz e no Museu Bispo do Rosário. É bailarina da Cia de Arte Cadê, no espetáculo CRIAÇÃO IMPERFEITA, apresentado no Teatro Abdias do Nascimento, Museu Bispo do Rosário, no Espaço Carlos Roberto da Costa; SESC Ramos; SESC São Gonçalo; Teatro SESI Jacarepaguá  eSESC São João de Meriti. Participou da montagem do espetáculo PRA QUE SERVE A ESCOLA?, apresentado no Teatro SESI Jacarepaguá; Nave do Conhecimento de Triagem e Escola Municipal Barão de Itacurussá.

 

Aline Torres – Bailarina e assistente de Produção e Comunicação

Graduanda em dança pela Universidade Candido Mendes (UCAM). Iniciou sua formação em dança com ballet clássico, com destaque para as principais montagens: O Lago dos Cisnes, Coppelia e Quebra Nozes. Participa de diversos workshops,festivais e flash mobs. É bailarina da Cia de Arte Cadê e dança no espetáculo CRIAÇÃO IMPERFEITA e da remontagem do espetáculo PRA QUE SERVE A ESCOLA?.

 

Isabelle Cristina Lima da Costa - Bailarina

Bailarina e professora de ballet e dança criativa, na academia "Ballet, Flamenco & Cia". Atua como bailarina da Cia de Arte Cadê, no espetáculo CRIAÇÃO IMPERFEITA, apresentado no Teatro Abdias do Nascimento e Museu Bispo do Rosário; Teatro da Escola Silveira Sampaio; SESC Ramos; SESC São Gonçalo; Teatro SESI Jacarepaguá; SESC São João de Meriti. Dança no espetáculo PRA QUE SERVE A ESCOLA?, apresentado no Teatro SESI Jacarepaguá – setembro de 2014; Nave do Conhecimento de Triagem e Escola Municipal Barão de Itacurussá – outubro de 2014.

 

João Antonio Neves Batista Ceia - Bailarino

Forrmado em Jazz, desde 2011 e em Educação Física, desde 2012. Professor de Jazz e Coreógrafo no Studio de Dança Gabriela Souza, Professor de Educação Física e Educação Física Adaptada, Coordenador Geral do III FEST DANCE – MOSTRA DE DANÇA ocorrida na Universidade Castelo Branco (Projeto elaborado por Marketing Esportivo - 2009), Abertura e Encerramento dos Jogos Mundiais Militares do CISM Rio 2011; curso de Dança Adaptada, Dança Criativa, Dança e Psicomotricidade, Bases Psicomotoras na Dança, Desenvolvimento e Ritmo Motor Infantil. Bailarino da Cia de Arte Cadê, desde 2014.

 

Gracy Kelly Rodrigues da Silva – bailarina e assistente de Produção

Graduanda de licenciatura em dança, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Em fevereiro de 2015, ingressou, como bolsista, do Centro de dança Alex de Carvalho, uma escola de dança de salão, onde passará pelo treinamento para tornar-se professora. É bailarina na Cia de Artes CADÊ, onde se propõe a explorar todos os estilos de dança e aprimorar sua movimentação, para desenvolver trabalhos originais e próprios do grupo. Sob todas essas influências de estilos e modalidades tem desenvolvido seus trabalhos e ampliando suas percepções sobre sua própria dança e sobre a arte.

 

Rafael Lopes Beraldo da Silva – Ator e bailarino

Integrante da Cia de Arte CADÊ, participou, como ator, da montagem e circulação da peça PROPRIEDADE CONDENADA, em 2013, apresentada no Ponto de Cultura Circuito de Dança e no Ponto de Cultura Camarim das Artes. Participa da remontagem do espetáculo PRA QUE SERVE A ESCOLA?, desde 2014, no qual atua, como ator bailarino, tendo se apresentado nos seguintes espaços: Teatro SESI Jacarepaguá , Nave do Conhecimento de Triagem  e Escola Municipal Barão de Itacurussá.

 

Danilo Lourenço – Operador de Projeção

Danilo Lourenço atua, desde 2013, como operador de som e luz da Cia de Arte Cadê, no espetáculo CRIAÇÃO IMPERFEITA, tendo se apresentado nos seguintes espaços: Teatro Abdias do Nascimento, Museu Bispo do Rosário, Espaço Carlos Roberto da Costa - Teatro da Escola Silveira Sampaio , SESC Ramos, SESC São Gonçalo, Teatro SESI Jacarepaguá, SESC São João de Meriti. articipa, também, do espetáculo PRA QUE SERVE A ESCOLA?, tendo se apresentado: Teatro SESI Jacarepaguá, Nave do Conhecimento de Triagem e Escola Municipal Barão de Itacurussá.

 

Tânia Antunes - Parceira

Formada em Artes Práticas pela UERJ e Administração de Empresas pela Universidade Augusto Mota, tem Especialização em Informática Educativa pela Universidade Carioca. É professora de Técnicas Comerciais e, posteriormente, também de Informática Educativa, da Rede Municipal de Ensino do Rio, desde 1977. Foi responsável pela organização administrativa dos projetos da Cia de Arte Cadê, desde 2009 até 2014 e pela Coordenação do Ponto de Cultura Circuito de Dança, desde 2010. Coordenou também a Programação Visual, Fotografia e Comunicação das ações da Cia, nas redes virtuais até 2014.